Publicado em Deixe um comentário

Veja o que fazer em caso de overdose de heroína

Overdose Heroína

De acordo com o relatório divulgado pela Agência da ONU para Drogas e Crime (UNODC), o consumo de substâncias químicas no Brasil aumentou nos últimos anos.

A heroína está entre as drogas mais consumidas e os efeitos do seu uso são diversos: intensa euforia, aumento da pressão arterial e da frequência cardíaca e falta de noção da realidade são alguns. Em longo prazo, observa-se também destruição dos neurônios, overdose de heroína e óbito precoce.

Por esse motivo, se você convive com pessoas que são dependentes químicas, é de extrema importância que tenha conhecimento sobre o que pode ser feito quando alguém se submete a dosagens excessivas dessa droga e como buscar ajuda antes que essa grave situação ocorra. Continue a leitura e saiba mais!

Como agir em caso de overdose de heroína?

O tempo que uma vítima de overdose leva para receber ajuda é um fator decisivo na recuperação. Quanto mais imediato o socorro, menores são as chances de complicações. A seguir, apresentamos algumas medidas que devem ser tomadas o mais rápido possível diante dessa situação. Acompanhe!

Chame uma ambulância

Fazer o pedido de resgate deve ser a primeira atitude quando nos deparamos com um quadro de overdose de heroína.

Essa medida precisa ser adotada mesmo que a vítima esteja consciente, pois assim ela pode receber atendimento médico rapidamente e o tratamento mais adequado passa a ser realizado o quanto antes.

Enquanto a ambulância não chega até o local, também é preciso ter outros cuidados. Veja!

Verifique os pulsos

Para se certificar de que os batimentos cardíacos da vítima estão regulares, faça a verificação do pulso. Para isso, utilize os dedos indicador e médio e conte a pulsação durante um minuto. Nunca utilize os polegares, pois você pode confundir a sua própria pulsação com a da vítima.

Observe se o ritmo das batidas acontece em intervalos iguais. Caso haja ausência dos batimentos, a intervenção de reanimação deve ser feita imediatamente. Entretanto, para isso, é preciso ter noções de primeiros socorros. Se você não tiver condições de prestar o atendimento, apenas coloque a vítima em posição lateral de segurança.

Alivie as áreas ao redor

Mantenha a região ao redor da vítima o mais livre possível, para que sua respiração não seja comprometida com a falta de circulação de ar. Evite que muitas pessoas fiquem ao redor da pessoa em fragilidade, pois isso só dificulta a realização das medidas de socorro.

Facilite a respiração

Com o intuito de facilitar a respiração e evitar engasgos, coloque a cabeça da vítima de lado. Em seguida, abra zíperes e botões da roupa, para ajudar ainda mais. Se o indivíduo parar de respirar, você deve fazer respiração boca a boca, a fim de desobstruir a saída de ar.

Qual a importância do tratamento especializado?

O tratamento especializado permite que o usuário de drogas volte a ter sua rotina normal sem vícios e livre dos prejuízos físicos e mentais causados pela dependência. No entanto, para que haja sucesso no tratamento, é preciso escolher uma instituição diferenciada, que proporcione as condições necessárias para que a reabilitação aconteça da melhor forma.

O Hospital Santa Mônica é referência na área e oferece todos os recursos para restabelecer o bom estado de saúde do paciente. O atendimento é individualizado e tem como diferencial um tratamento multidisciplinar e humanizado, que transmite confiança e segurança aos pacientes — aspectos essenciais para plena recuperação, visto que todo o processo pode ser muito difícil para o usuário da heroína.

Se há alguma pessoa com problemas com drogas em sua família, procure atendimento especializado o quanto antes. Assim, você ajuda a preservar a integridade física de quem você ama e evita que consequências mais severas aconteçam.

Agora que você já sabe o que fazer em caso de overdose de heroína, não deixe de ler o nosso artigo: Como abordar o filho com uma necessidade de internação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *