Publicado em Deixe um comentário

 Você sabe o que é e como gerenciar o ‘Transtorno de Estresse Eleitoral’?

Estresse eleitoral

O cenário político tem ocupado grande parte do nosso tempo e dos noticiários neste período eleitoral no Brasil. As discussões estão cada vez mais acirradas e independente do seu candidato preferido, ou se pior, não consegue se identificar com nenhum deles, isso pode causar ansiedade, depressão e preocupações além do limite e prejudicar o seu sono e a sua saúde mental.

Uma coisa é certa, em tempo algum o Brasil vivenciou uma eleição como esta, tão conturbada e polêmica. Como previsto, as fake news (notícias falsas) e as acusações, agitaram o mercado e causaram muitas discussões nas redes sociais, dá até para arriscar que muitas pessoas acabaram comprometendo e abalando suas amizades.

Mas, acima de tudo, esse momento tem gerado muita preocupação com o que será do país em um futuro muito próximo, como estará a economia do país e o nível de desemprego em 2019? Será que o país conseguirá retomar o seu crescimento, seja quem for o novo presidente?

Todo esse momento de incerteza, trás para os brasileiros uma sensação de ansiedade e até de depressão, mas como ultrapassar esse momento mantendo seu estado de sanidade mental em dia?

Se acalme! isso não acontece só aqui, nas últimas eleições nos Estados Unidos, a Associação Americana de Psicologia (APA) divulgou um relatório informando que mais da metade (52%) de todos os americanos diziam que a eleição presidencial tinha sido uma fonte significativa ou um tanto significativa de estresse em suas vidas.

E uma pesquisa da APA constatou que um quarto dos trabalhadores americanos se sentia menos produtivo e mais estressado em seus empregos por causa de discussões políticas no ambiente de trabalho. Os níveis de estresse e ansiedade são verdadeiros, independentemente da filiação partidária ou da ideologia.

De acordo com uma reportagem do Washington Post de Colby Itkowitz, o estresse nas eleições presidenciais daquele país, foi tão agudo que Steven Stosny, PhD, terapeuta em Washington, DC, denominou o que estava acontecendo com os seus pacientes de “Transtorno do Estresse Eleitoral”.

Todas as eleições presidenciais são estressantes, mas a de 2018 no Brasil, é particularmente a mais estressante para os brasileiros que anseiam por mudanças no país.

Felizmente, muitas das estratégias que usamos para controlar a ansiedade de forma geral, também afetam a ansiedade eleitoral. Aqui estão algumas das coisas que podem ajudar a aliviar o estresse gerado por esta eleição.

Se a conversa política está gerando muita ansiedade em você, há coisas que você pode fazer para evitar isso:

  1. Saiba que o estresse nas eleições é normal

    Há algo muito consolador em saber que o que você está experimentando é perfeitamente normal, dadas as circunstâncias.

  2. Limite sua exposição à conversa eleitoral e cobertura de mídia.

  3. Altere sua página inicial ou website padrão do computador para um site não-político.

  4. Evite as redes sociais até depois da eleição (ou verifique as mídias sociais por 10 minutos no final do dia, em vez de obter todas as notificações durante o dia).

  5. Mantenha-se em dia com as notícias, mas diminua o tempo de acesso e priorize as fontes confiáveis de notícias.

  6. Não entre em situações de conflito (evite as conversas mais acaloradas e respeite a opinião alheia).

  7. Aposte numa atividade relaxante.

  8. Priorize seu bem-estar e sua saúde.

  9. Não antecipe catástrofes.

Agora que você já sabe o que fazer para evitar a ansiedade neste período, não deixe de ler nosso blog e seguir nossos artigos e aproveite para se distrair neste final de semana!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga nossas redes sociais