Afinal, o que é saúde mental? - Hospital Santa Mônica
Hospita Santa Mônica

Olá, bem-vindo. Escolha um setor para falar conosco.

Você sabe o que é saúde mental? Se respondeu “a ausência de transtornos ou enfermidades mentais”, está enganado. Ao contrário do que se pode imaginar, o conceito vai muito além disso. Sim, muitas pessoas não sabem o real significado desse termo.

Foi justamente pensando nisso que resolvemos trazer este material explicativo para você compreender melhor tudo sobre o tema. Continue a leitura e entenda a importância de cuidar da sua saúde mental e o que fazer para alcançar esse feito.

Mas então, o que é saúde mental?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a saúde mental é caracterizada por um estado de bem-estar no qual uma pessoa é capaz de apreciar a vida, trabalhar e contribuir para o meio no qual vive, ao mesmo tempo em que administra suas próprias emoções.

Em outras palavras, isso significa ser capaz de lidar tanto com sentimentos positivos — alegria, amor e coragem — quanto com os negativos — tristeza, ciúmes e frustrações.

O tema é tão importante que um grupo de psicólogos mineiros criou a campanha Janeiro Branco, que tem como objetivo aproveitar a simbologia do início do ano para chamar atenção do público sobre os cuidados com a saúde mental.

Se você nunca tinha pensado sobre isso, é importante começar a refletir sobre a necessidade de conhecer melhor as suas emoções e prevenir o adoecimento mental. Algumas medidas simples podem ajudar nesse aspecto. Mais a diante, falaremos quais são elas!

Por que é importante cuidar da saúde mental?

Os desafios diários são uma parte importante da nossa vida, afinal, tornam tudo ainda mais interessante e atrativo. No entanto, quando não estamos mentalmente saudáveis, tendemos a reagir às situações que se apresentam de maneira exagerada e até desequilibrada.

É normal se sentir triste, estressado ou, até mesmo, exausto em alguns momentos. A pergunta é: o que você faz com esse sentimento? A maneira como lida com as suas oscilações de humor e, principalmente, o que faz para prevenir descontroles emocionais é o que vai determinar a qualidade da sua saúde mental.

Mas não é apenas o domínio sobre os próprios sentimentos e emoções que afetam a saúde mental. Boa parcela disso também depende de hábitos virtuosos, como cuidar do próprio corpo, ter boas noites de sono, estabelecer uma alimentação nutritiva e desenvolver um hobby, por exemplo. Existem muitas maneiras de fortalecer a sua mente.

Em geral, já dizia Piccoli desde a Roma antiga: mens sana in corpore sano — mente sã em um corpo são. Para se ter uma mente em dia, é indispensável que se alcance um corpo saudável. Você já deve ter ouvido falar que todo excesso é, na realidade, a compensação de alguma falta, não é? Assim, quando consegue-se equilibrar mente e corpo, ambos se beneficiam em uma relação harmônica.

Mas o que isso proporciona afinal? Além da prevenção de diversas doenças físicas e mentais, você ainda terá maiores chances de alcançar a sua estabilidade emocional, lidando de forma adequada com as situações e os desafios que se apresentam no dia a dia.

Como manter uma boa saúde mental?

Algumas ações podem ajudar você a desenvolver e manter a saúde mental no dia a dia. Vamos ver algumas delas a seguir!

Pratique exercícios físicos

Exercitar-se aumenta a produção de endorfina, substância natural produzida pelo cérebro que regula as emoções, reduzindo o estresse e a ansiedade e diminuindo as chances de desenvolver um quadro depressivo. Em outros termos, alguns minutos de exercícios para o corpo podem deixar a sua mente em forma.

Por isso, fazer alguma atividade física é indispensável para quem quer cuidar da sua saúde mental. Escolha algum exercício que realmente lhe deixe animado e se dedique por, pelo menos, algumas vezes na semana para se beneficiar dele.

Mantenha uma alimentação saudável

Pode não parecer, mas o bem-estar físico e emocional estão diretamente relacionados. Se alimentar mal, por exemplo, pode deixá-lo indisposto e prejudicar sua saúde, sugando sua energia e impedindo você de aproveitar os bons momentos que a vida proporciona.

Por isso, procure investir em uma dieta equilibrada, composta por frutas, verduras, legumes, carnes magras e carboidratos complexos. Passe longe do excesso de açúcar, gorduras e principalmente de bebidas alcoólicas. Observe o que deixa o seu corpo leve depois de comer e tem fácil digestão pelo seu organismo e evite o que o deixa lento, preguiçoso e pesado.

Afaste-se de relacionamentos tóxicos

Se você quer manter a sua saúde mental, é importante se manter afastado de relacionamentos tóxicos, nos quais as agressões psicológicas ou, até mesmo, as físicas são constantes. Relações desse tipo podem afetar gravemente a sua autoestima e desencadear uma série de transtornos mentais, como ansiedade e depressão.

Muitas vezes, a pessoa que está envolvida em relacionamentos assim — com um amigo, parente ou parceiro amoroso — tem dificuldade de colocar um ponto final na situação por medo de magoar o outro ou de ficar sozinho. Nesses casos, é importante buscar ajuda especializada.

Aprenda a desacelerar

Cuidar da casa, trabalhar, ser presente na vida de familiares e amigos, fazer aquele curso. Tudo isso pode ser terapêutico ou a verdadeira causa do caos na sua vida, dependendo do modo como você lidar. Uma pessoa que acumular compromissos demais e está sempre preocupada com a próxima tarefa a cumprir não consegue relaxar ou mesmo manter sua saúde mental.

É preciso aprender a desacelerar, dizer não para algumas coisas e desfrutar do momento presente. Quando você está junto de quem ama, pensando no que precisa ser feito depois de sair dali, certamente não aproveitará nenhuma das situações. Primeiro, porque não estará inteiro com aquela pessoa e, segundo, porque também não está cumprindo a sua tarefa.

O mindfullness e a meditação são ótimos aliados para você aprender a desacelerar sua mente e desfrutar do momento presente. Considere iniciar a prática com, pelo menos, alguns minutos por dia, sejam dois, sejam 30. Vá avançando no seu tempo, conforme se sentir confortável.

Converse com alguém sobre os seus sentimentos

Quantas vezes, quando alguém pergunta como você está, a resposta é “eu estou bem”, mesmo sem estar? Isso pode parecer um detalhe bobo demais para fazer a diferença, mas realmente faz. Falar sobre como você verdadeiramente está se sentindo não é um sinal de fraqueza, especialmente se isso for ajudá-lo a ficar melhor.

Mesmo que você não queira mencionar seus problemas com qualquer pessoa, tenha aquelas de sua confiança, com quem possa contar sempre que estiver se sentindo sobrecarregado mental e emocionalmente. Assim, se sentirá menos sozinho e receberá apoio para resolver seus próprios conflitos. Experimente!

Escreva um diário

Você pode até achar, em um primeiro momento, que é algo trivial, mas acredite: escrever um diário é uma ótima maneira de manter a sua saúde mental. Essa também é uma ótima alternativa caso tenha muita dificuldade em falar com alguém sobre os seus sentimentos e as suas emoções.

Escrevendo você tem a chance de refletir sobre tudo aquilo que vivencia, hábito que normalmente se perde com a correria cotidiana. Não há a necessidade de relatar os acontecimentos minuciosamente, mas é importante elencar ao menos um ponto positivo do seu dia.

Colocar as experiências no papel nos ajuda a olhar para os fatos com algum distanciamento e perceber que há beleza e positividade mesmo nos dias que, a princípio, nos parecem mais conturbados.

Crie o hábito de agradecer

Mesmo naqueles dias em que tudo aparenta dar errado e o mundo não parece exatamente o melhor lugar para se estar, existem razões capazes de fazer essa experiência valer a pena. Todos nós sabemos que mesmo as experiências mais difíceis trazem aprendizados importantes. E se você pudesse agradecer genuinamente pela oportunidade de aprender com elas?

Mas não é só isso. Com o cotidiano, nós acabamos esquecendo, mas a verdade é que temos muitos motivos para sermos gratos. Se você não consegue elencá-los sozinho, sugerimos que comece a considerar agradecer:

  • por ter acordado esta manhã;
  • pela roupa que cobre o seu corpo;
  • pelo alimento que nutre você;
  • pelo sol que o aquece;
  • pela cama na qual dorme;
  • pelas pessoas com quem você cruza todo dia.

Não importa quão simples ou rotineiras sejam as coisas pelas quais você seja grato. Apenas seja.

Evite o consumo de álcool e drogas

O consumo de álcool e drogas afeta o funcionamento do seu organismo. Quando você os ingere de maneira espaçada, talvez experimente um estado mental mais ansioso e deprimido, principalmente no dia seguinte. Ao prolongar esse consumo, começa a causar danos mais severos, como a deficiência de tiamina, essencial para a função cerebral.

A deficiência de tiamina e os efeitos do cigarro incluem dificuldade de concentração, problemas de memória, falta de coordenação motora, irritação e ansiedade. Por isso, mesmo que essas drogas ajudem você a relaxar em relação a um determinado problema em um curto período, elas lhe deixarão muito pior em longo prazo.

Uma mente equilibrada é um dos fatores mais importantes para uma vida saudável. Por isso, é importante ficar atento a si mesmo e às pessoas que ama, interferindo quando for necessário. Com as dicas compartilhadas, você vai conseguir se manter longe dos principais gatilhos prejudiciais à saúde mental.

Além disso, aprenda a identificar quando alguém a sua volta está dando indícios de uma saúde mental abalada:

  • excesso de negatividade e pessimismo;
  • irritabilidade e mau humor constante;
  • oscilações significativas de euforia e tristeza;
  • crise de ansiedade, tristeza e angústia que não passam.

Não se esqueça: a saúde mental é a condição na qual alguém está quando consegue se sentir em paz, mesmo que aconteçam problemas e imprevistos. Identificar quando as coisas não vão bem é algo primordial para evitar agravantes, como uma Síndrome de Burnout ou outros distúrbios.

Portanto, se você quer preservar a sua saúde mental ou ajudar alguém próximo que está enfrentando problemas, chegou o momento de dar o próximo passo. Converse com a gente e deixe-nos ajudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Planos de Saúde

CARE PLUS
SBC Saúde
Amil
Interclinicas do Brasil
Vale Saúde
Unimed Intercâmbio
Unimed CT Nacional
Unimed ABC
Transmontano
SulAmérica
Sompo
Sinpeem
Sepaco
Saúde Caixa
Santa Amália
Sabesprev
Prodesp (GAMA)
Prime Saúde
Prevent Sênior
Plan-Assiste (MP FEDERAL)
Panamed Saúde
Omint
NotreDame Intermédica
Nipomed
Metrus
Mediservice
Master Line
Mapfre Saúde
Life Empresarial
Intermédica
Green Line
Gama Saúde
EMBRATEL
Economus
Correios / Postal Saúde
Caixa Econômica Federal
Bradesco Saúde
Banco Central
APCEF/SP
AMAFRESP
Alvorecer Saúde
ABRASA
Ver todos