Publicado em Deixe um comentário

Anorexia alcoólica: conheça as principais causas e tratamentos

Também conhecida por drunkorexia, a anorexia alcoólica pode ser definida como a associação de dois distúrbios da sociedade contemporânea: a anorexia e o alcoolismo. Esse tipo de anorexia resulta da aspiração por uma imagem corporal perfeita, muitas vezes, sustentada por percepções ilusórias.

Nessa perspectiva, o psicólogo do Hospital Santa Mônica, Antonio Chaves Filho, irá explicar o que é a anorexia alcoólica e apontar as principais causas dessa problemática. Saiba como identificar o transtorno, a relação entre alimentação e saúde mental, as linhas de tratamento e os sinais que indicam a necessidade de internação. Boa leitura!

Afinal, o que é anorexia alcoólica?

Nos EUA, o termo “drunkorexia” surgiu da união da palavra “drunk”, que significa bêbado em inglês, e anorexia nervosa, um transtorno alimentar muito comum entre os americanos. Geralmente, a anorexia alcoólica é mais presente na classe feminina e afeta mulheres em diferentes faixas etárias.

Quando dominadas por esse distúrbio, as mulheres tendem a apresentar dois comportamentos diferentes: um com tendência para comer menos ou, até mesmo, não comer. Isso abre espaço para o álcool, pois o objetivo é encontrar alento na bebida e ainda reduzir a ingestão calórica.

Outro comportamento comum dessas mulheres é tentar compensar, com a bebida alcoólica, o excesso de calorias ingeridas no dia anterior. Desse modo, elas tendem a comer menos no dia seguinte ao beber muito álcool. Porém, além de trazer danos substanciais ao organismo, o álcool tem calorias vazias, o que prejudica bastante a saúde quanto ao aspecto nutricional.

Quais são os grupos de risco?

Esse desequilíbrio é bem mais evidente em adolescentes do sexo feminino com idade acima de 14 anos e em mulheres jovens na faixa dos 25 anos. Nesse quadro, as consequências para o corpo são muito negativas, já que a anorexia alcoólica afeta a saúde sob o âmbito físico, mental e emocional.

Além da maior propensão à anorexia nervosa e à bulimia, a combinação com o alcoolismo na tentativa de atingir um padrão de beleza surreal revela desajustes emocionais e psíquicos. Logo, as pessoas que enfrentam esse problema precisam de ajuda imediata, já que essa prática pode colocar a vida em risco.

Outro ponto importante é a relação da anorexia alcoólica com a adicção em drogas. Isso acontece porque muitas mulheres optam por esse caminho quando entram em crises depressivas. A razão é a frustração por não conseguirem êxito em seu propósito: reduzir calorias para conseguir um corpo perfeito.

Quais são as principais causas da anorexia alcoólica?

Listamos alguns fatores que influenciam a adesão a essas práticas prejudiciais à saúde. Confira quais são!

Influência midiática

Um estudo publicado pelo site Scielo ajuda a entender a correlação entre a anorexia alcoólica e os padrões midiáticos de beleza feminina. O objetivo dessa pesquisa foi analisar imagens e representações do corpo feminino e a sua relação com o consumo de bebidas e drogas em campanhas publicitárias divulgadas na mídia.

A mídia reforça certos padrões de beleza femininos e dissemina uma simbologia que confere visibilidade e “valor” à mulher a partir da forma do seu corpo. Em muitas propagandas, a bebida alcoólica e a mulher são apresentadas, lado a lado, como produtos de relativo desejo e que, por isso, devem ser igualmente consumidos.

O problema é que essa representação é desenhada sob o olhar do outro e nem sempre é condizente com a realidade. Por esse motivo, adolescentes e jovens se inspiram nesses padrões e recorrem a práticas como a anorexia alcoólica. Nesse sentido, a influência midiática se torna um estímulo para o desenvolvimento desse transtorno.

Culto ao corpo

Nas últimas décadas, as mudanças nos costumes e padrões sociais moldaram o comportamento das pessoas. Com o aumento da tendência à supervalorização do corpo, as mulheres se sentiram obrigadas a se encaixarem nessas exigências estéticas. Para não se sentirem incapazes ou fracassadas, muitas passaram a recorrer a estratégias de emagrecimento que colocam a própria saúde em risco.

Falta de atenção à saúde mental

De modo geral, os fatores acima também são influenciados por outras características comuns a mulheres que se encaixam nesse perfil. Entre elas, podemos citar a passividade, a valorização da sensualidade e a incapacidade intelectual de perceber o quanto tais práticas comprometem a saúde física e mental.

Por conta disso, a ausência de cuidados psicológicos é um dos principais fatores para o desenvolvimento de anorexia alcoólica. Nesse contexto, um suporte profissional de qualidade pode ser o caminho para orientar meninas e mulheres nessa condição e reverter tais quadros.

Por que a anorexia alcoólica é tão prejudicial à saúde?

Esse distúrbio é considerado mais um problema que pode desencadear doenças psiquiátricas graves, como síndrome do pânico e outras questões que podem levar ao surto psicótico. Por diferentes razões, nesse cenário de pandemia, as mulheres estão mais sensíveis.

Nessa condição, há maiores probabilidades de surgirem dificuldades para a superação de diferentes desafios. Logo, essa multiplicidade de fatores também gera negatividades, o que implica redução da defesa imune e o maior risco do desenvolvimento de doenças.

Sendo assim, muitas são as consequências negativas da busca incessante pela conquista de padrões estéticos inalcançáveis. Em suma, tais práticas expõem esse público a uma condição de contínuo sofrimento emocional. Além disso, os riscos são elevados para o surgimento de distúrbios alimentares em adolescentes, jovens e adultos adeptos a esses ideais ilusórios.

Quais são os principais tratamentos para a anorexia alcoólica?

Independentemente da motivação para o consumo, a dependência de bebida alcoólica é vista pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma enfermidade crônica e multifatorial. Por essa razão, é necessário avaliar as peculiaridades de cada caso, sobretudo quando existem outras doenças associadas.

Nessas circunstâncias, os tratamentos para a anorexia alcoólica são baseados no controle dos sintomas sob uma perspectiva comportamental, psicossocial e ambiental. Em linhas gerais, as principais abordagens são aquelas disponíveis no Hospital Santa Mônica, como:

  • medicamentos para controle da ansiedade;
  • suporte psicológico para apoiar as pacientes em relação à necessidade de mudanças quanto aos valores estéticos;
  • ajuda psiquiátrica para complementar as demais terapias e ajudar na reabilitação mental.

Por fim, assim como as demais doenças causadas pelo alcoolismo, a anorexia alcoólica também depende de tratamento especializado. Se você conhece alguém que necessita desse tipo de suporte, não hesite: encaminhe a pessoa para uma avaliação em nossa instituição.

Precisa de ajuda nesse sentido? Entre em contato com o Hospital Santa Mônica e saiba como ajudar seu ente querido!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga nossas redes sociais