Publicado em Deixe um comentário

Aliviar o estresse: 7 maneiras de conseguir agora mesmo

O estresse e o esgotamento físico e mental são comuns à maioria das pessoas. Seja por conflitos nos relacionamentos familiares ou problemas profissionais, a ansiedade invade o corpo e a mente, fazendo subir a pressão arterial e provocando desânimo. Porém, é possível aliviar o estresse sem ter que recorrer aos medicamentos.

Para isso, há algumas práticas que podem ser inseridas na rotina e que provocam o relaxamento. Embora a situação de estresse não tenha dia e nem hora para acontecer, é possível trabalhar para desfazer seus efeitos e encontrar o equilíbrio.

Por isso, continue a leitura para conhecer algumas maneiras de aliviar o estresse e ter uma vida mais tranquila.

1. Faça pelo menos uma caminhada curta

Uma das maneiras mais conhecidas para aliviar o estresse é a atividade física, pois movimentar o corpo reduz os hormônios do estresse, como o cortisol, e ajuda a liberar endorfinas, substâncias que são analgésicos naturais e agem para melhorar o humor.

Além disso, os exercícios físicos têm impacto direto na melhoria do sono, que sempre é afetado pela ansiedade, e promovem também confiança e bem-estar mental.

Para quem não tem muito tempo de se exercitar, saiba que mesmo uma caminhada de 20 minutos é suficiente para sentir alguns efeitos benéficos. Nesse caso, escolha fazer a caminhada em um parque ou local arborizado, onde a mente e o corpo poderão entrar em contato com a natureza.

O importante é encontrar uma atividade que você goste de fazer e que gere prazer, pois assim você cria um hábito positivo, que auxilia na diminuição dos sintomas do estresse; insônia, irritabilidade, cansaço e ansiedade.

2. Aprenda exercícios de respiração

O estresse provoca algumas reações no corpo que fogem do controle, por isso é possível sentir o coração bater mais rápido, a respiração acelerar e ficar ofegante.

Para retomar o controle, existem alguns exercícios de respiração que podem ser aprendidos, desde respirar profundo, contar até cinco e expirar até as técnicas de respiração abdominal, compassada ou diafragmática.

A respiração lenta e profunda provoca a expansão dos pulmões e da barriga, isso ajuda a desacelerar o ritmo cardíaco, gerando mais tranquilidade para o corpo e a mente.

Quando o nervosismo aumentar, pare e respire profundamente. Assim, o equilíbrio será restaurado e as toxinas serão eliminadas, provocando relaxamento e reduzindo o estresse.

3. Coloque uma música relaxante

Ouvir música faz a mente e o corpo relaxarem, pois libera substâncias neuroquímicas no cérebro, como a dopamina, que promove bem-estar imediato. Também por isso a música é muito usada em sessões de meditação.

A música clássica ou instrumental tem efeito reconfortante, pois diminui a frequência cardíaca, gera relaxamento e controle da pressão arterial. Porém, qualquer música pode trazer tranquilidade e aliviar o estresse, basta que cada pessoa escolha o ritmo que mais goste de ouvir.

Os sons da natureza tem efeito calmante. O melhor é que já existem aplicativos capazes de reproduzir sons semelhantes aos das florestas, cachoeiras e canto dos pássaros.

4. Tenha prioridades para aliviar estresse

A procrastinação é a prática de adiar atividades que devem ser feitas. É muito comum em pessoas que enfrentam momentos estressantes, pois elas tendem a agir de forma reativa aos problemas e às tarefas diárias.

Essa atitude causa ansiedade, pelo desejo de concluir rapidamente o que se adiou para fazer. Para aliviar o estresse, nesse caso, é importante criar o hábito de anotar os afazeres do dia em uma lista organizada por prioridades e com prazos estipulados.

A medida em que forem realizadas, as tarefas podem ser excluídas da lista. Assim, a sensação de dever cumprido e a visualização das atividades concluídas geram tranquilidade na rotina diária.

5. Pratique a regra dos dois minutos

A regra dos dois minutos é um método criado pelo coach de fortalecimento mental, Andrew D. Wittman. Ele propõe uma pausa de 2 minutos sempre que a pessoa se encontrar em uma situação de estresse, para realizar um exercício mental em busca de solução.

O objetivo é fazer com que a pessoa não manifeste apenas uma reação emocional diante do conflito. Mas que, por dois minutos, trabalhe para encontrar uma resposta viável para resolver o desafio, por mais impossível que possa parecer.

Exercitar o cérebro por dois minutos aumenta a produtividade, estimula o pensamento lógico e alivia o estresse cerebral, pois esse método tira o foco do problema e o coloca na busca por soluções.

6. Aceite o que não se pode mudar

Por mais óbvio que possa parecer, algumas coisas são incontroláveis. As atitudes das outras pessoas, o que elas pensam ou falam, não são possíveis de controlar. Por isso não ocupe seus pensamentos com perguntas ou culpas.

O hábito de se martirizar e produzir pensamentos negativos gera ansiedade, estresse e baixa autoestima, o que faz a pessoa se sentir cada vez mais ansiosa e impotente. Para aliviar o estresse, aceite o problema como ele é.

Não fique pensando em como poderia fazer diferente. Ao contrário, tente manter a mente e o corpo ocupados com as tarefas que exijam maior nível de atenção e não sejam entediantes. Isso vai trazer calma, gerando equilíbrio dos pensamentos e alívio do estresse.

7. Tenha bons hábitos

Quando as situações enfrentadas parecem não ter solução, provocando a sensação de descontrole, a prática de bons hábitos vai gerar alívio. Veja algumas práticas que geram qualidade de vida.

Dormir

O estresse pode causar insônia. Por isso, dormir bem é muito importante. Inclua na rotina o hábito de ir cedo para a cama, reduzir o excesso de luzes duas horas antes de dormir, especialmente dos aparelhos eletrônicos e diminuir as distrações.

Para isso, crie um ambiente aconchegante e tente controlar os pensamentos. Essas atitudes podem promover um sono melhor e uma noite mais tranquila.

Rir

A famosa frase “rir é o melhor remédio” pode parecer clichê, mas é muito verdadeira. O riso alivia a sensação de estresse e tensão, provocando o relaxamento dos músculos, enquanto leva mais oxigênio ao corpo.

Por isso, tenha o hábito de se divertir com os amigos, assistir shows ou programas de TV que façam rir e procure ver a vida de forma mais leve. Saiba rir de si mesmo! A risada alivia as tensões físicas e fortalece o sistema imunológico.

Ler

A leitura provoca o equilíbrio entre o cérebro e a mente, pois o corpo exige maior concentração da área da visão para interpretar o que está sendo lido, isso vai relaxar a tensão dos demais músculos.

Ler faz a pessoa desligar-se dos outros sentidos físicos, por isso há um descanso mental e alívio das preocupações. Dessa forma a sensação de bem-estar aumenta e o estresse é minimizado.

A leitura pode ser feita a qualquer hora do dia, mas antes de dormir ela vai promover melhores resultados, porque estimula a imaginação e o faz se desligar dos problemas mais imediatos.

Transformar a rotina e introduzir essas maneiras de aliviar o estresse em sua vida vai  garantir melhoria na saúde, nos relacionamentos e no corpo. Dessa forma, os desafios diários serão enfrentados com mais disposição e coragem, o que terá impacto direto no aumento da qualidade de vida.

A mudança de hábitos é uma escolha. Se você gostou dessas dicas e deseja ajudar mais pessoas a aliviar o estresse, compartilhe este artigo em suas redes sociais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *