Publicado em Deixe um comentário

Internação nas férias: o melhor momento para buscar ajuda

Internação nas Férias

A maioria dos casos de dependência em substâncias entorpecentes como álcool e drogas começam ainda na adolescência ou na juventude. Tendo isso em vista, a internação nas férias pode ser uma excelente opção para ajudar os jovens na superação do vício.

Durante as férias escolares, o perigo do uso de drogas é maior. Como os adolescentes se juntam em festas, viagens e encontros com amigos, eles tornam-se mais expostos ao consumo de substâncias ilícitas.

Nesse contexto, a proposta deste artigo é mostrar as vantagens de aproveitar esse momento para internar o seu filho ou filha em um Hospital para reabilitação da saúde. Veja por que é necessário tomar essa iniciativa o quanto antes para que seus entes queridos se libertem de um problema tão preocupante para os pais, a escola e a sociedade. Acompanhe!

Por que há maior vulnerabilidade ao uso de drogas nas férias escolares?

Nas férias, os estudantes ficam mais soltos e têm mais tempo livre para diversão e encontro com os amigos. Se por um lado isso é bom para relaxar a mente e se preparar para o retorno à escola, por outro, esse é um momento em que o adolescente torna-se mais vulnerável a experimentar drogas e álcool.

Com isso, o risco de envolvimento de adolescentes e jovens com entorpecentes aumenta consideravelmente. Por influência de colegas ou de grupos de usuários, o jovem aceita experimentar a novidade, mesmo sem conhecer os limites de seu corpo, e sem ter a clara noção dos reais perigos da droga.

No Brasil, o uso de drogas entre estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental está aumentando bastante. Essas estatísticas são extremamente preocupantes e sugerem a necessidade de intervenções mais concretas para contornar os impactos dessa questão.

Margaret Chan, diretora-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), alerta que a situação está caótica. Segundo dados da OMS amplamente divulgados pela mídia, o uso de drogas causa mais de 500 mil mortes anuais. Por isso, a diretora defende que o consumo de droga precisa ser considerado como uma questão de saúde, e não somente pelo viés criminal. 

Quais as vantagens de realizar a internação nas férias?

Pais e professores devem alertar os jovens quanto à importância da informação sobre os males que as substâncias psicoativas causam ao organismo dos usuários.

Independentemente da época do ano, trabalhar medidas de educação preventiva é essencial para reduzir os riscos do envolvimento dos filhos com entorpecentes.

Infelizmente, o acesso às drogas está cada vez mais fácil. Essas substâncias estão inseridas no cotidiano de muitas pessoas ao nosso redor. E não é somente nas férias ou em festas. Nesse sentido, a orientação dos pais e a informação é fundamental.

Os pais precisam ser mais próximos, propor um diálogo aberto e conversar sobre esses problemas. Essa é uma forma mais segura de descobrir se um filho usa drogas e, mediante a confirmação, buscar auxílio imediatamente.

Mediante isso, listamos algumas vantagens da internação nas férias. Confira!

  • O adolescente não perde aulas;
  • Mais possibilidade de participação dos pais no tratamento;
  • dependente químico terá mais tempo para se dedicar à recuperação;
  • Sem aulas, há maiores chances de receber visitas e apoio dos amigos da escola.

Como vimos, aproveitar esse período para auxiliar o filho a vencer a dependência química é um passo importante para a reabilitação. Nesse sentido, a internação nas férias pode representar uma excelente alternativa para recuperar a saúde e possibilitar um convívio harmônico com a família e a sociedade. Basta escolher uma instituição, como o Hospital Santa Mônica, que garante qualidade em todo o auxilio necessário.

Decidida a ajudar seu filho a vencer o vício? Entre em contato com o Hospital Santa Mônica e veja como a internação pode ser a melhor saída!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *