Publicado em Deixe um comentário

Conheça 5 fatos curiosos sobre a demência aqui!

5 fatos curiosos sobre demência

Você sabe o que é demência? Esse termo costuma assustar bastante os leigos, mas, na Medicina, é usado em quadros caracterizados por deficiência cognitiva persistente e progressiva. Embora a doença ainda não tenha cura, o tratamento pode ajudar a retardar sua evolução.

Em razão do aumento na expectativa de vida, a previsão é que os casos de demência aumentem 278% até 2050, segundo a Alzheimer’s Disease International (ADI). No Brasil, estima-se que ocorram 55 mil novos casos todos os anos, a maioria provocada pela Doença de Alzheimer.

Além dela, existem outros tipos de demência, como a demência vascular, demência com corpos de Lewy (causada por alterações cerebrais chamadas de corpos de Lewy), demência na Doença de Parkinson e demência frontotemporal.

Como outras doenças apresentam sintomas semelhantes, o diagnóstico deve ser feito por um médico especialista.

No post de hoje, saiba o que é demência e conheça 5 fatos curiosos estão ligados a ela. Boa leitura!

1. Fumo

Você já deve saber que as substâncias nocivas do cigarro são absorvidas pelo cérebro. O acetato de chumbo, por exemplo, é uma delas e, por não ser eliminado, acaba se acumulando no organismo dos fumantes.

De acordo com o estudo internacional publicado pelo periódico científico The Lancet, deixar de fumar pode reduzir os casos de demência em até 5%.

2. Educação

As pessoas que frequentam a escola até os 15 anos têm menos chance de desenvolver a doença quando adultos. Tanto a educação quanto a socialização diminui seu risco em até 8%, mostra a pesquisa citada anteriormente.

3. Saúde mental

A saúde do cérebro é fundamental para evitar a demência. Como a depressão afeta o pleno exercício das suas capacidades, ela é considerada um fator de risco.

4. Sono

Dormir mais de nove horas por noite aumenta o risco de demência, diz um estudo realizado no Reino Unido. Por isso, os jovens devem se preocupar com o seu padrão de sono. Em comparação com quem dorme menos de nove horas, aqueles que dormem mais do que isso têm seis vezes mais chance de desenvolver a doença em 10 anos.

5. Gênero

A demência afeta mais as mulheres do que os homens. O primeiro fator de risco é a idade, já que elas costumam viver mais tempo. Outros fatores são depressão, menopausa cirúrgica (remoção dos ovários) e complicações na gravidez, como a pré-eclâmpsia.

A doença também avança mais rápido com elas. Há uma linha de pensamento que sugere que o estrogênio tenha um papel na proteção do cérebro na juventude. No entanto, com o passar dos anos, sua taxa diminui no organismo.

Agora que você já sabe o que é demência, previna-se! Nunca é tarde para adotar um estilo mais saudável, como a prática de atividade física e uma alimentação balanceada. Por fim, lembre-se de que o diagnóstico precoce da doença possibilita a adoção de medidas para manter a qualidade de vida por mais tempo.

Gostou desse post sobre demência? Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com o Hospital Santa Mônica para que possamos ajudá-lo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *