Publicado em Deixe um comentário

O que é poppers e quais os riscos do uso dessa droga?

A cada dia, surgem novos compostos utilizados como alucinógenos e formas de escapar da realidade, as denominadas “drogas”. Elas são, no geral, elementos com efeitos psicoativos que modulam a ação do sistema nervoso, e consequentemente, os sentidos.

Entre os diferentes tipos de drogas ilícitas novas, surgiu mais uma modalidade de psicoativo, que tem ganhado visibilidade e adeptos à sua utilização, principalmente no meio juvenil. Entretanto, ainda não está bem difundido e especificado o que é poppers e quais os riscos do seu uso à saúde.

Em preocupação a esse fato, o psicólogo do Hospital Santa Mônica, Antonio Chaves Filho, preparou um texto que explica o que é esse novo entorpecente, quais os principais sintomas e as consequências à saúde que ele pode causar. Para saber mais, continue lendo esse post e tenha acesso às informações mais importantes.

O que é poppers?

Poppers é o nome utilizado popularmente para se referir a líquidos advindos da família dos nitritos e utilizados pra fins recreativos.

Durante muito tempo, eles foram utilizados como medicamento. Em 1867, eram prescritos pelos médicos da época como medicamento para tratar angina. Eles eram vendidos em cápsulas, que deveriam ser quebradas — “popped”, daí a origem do nome da droga — para o paciente inalar o conteúdo e, então, ter o alívio da dor.

Quimicamente falando, os poppers são compostos muito voláteis, ou seja, eles evaporam muito fácil quando em contato com o ar ambiente. As substâncias mais comuns utilizadas para a fabricação destes compostos são o nitrito de alquilo e nitrito de isopropilo, que trazem benefícios quando usados como medicamento.

Entretanto, ao se descobrir seus efeitos colaterais, como o aumento da percepção das sensações, ele ganhou espaço como droga recreativa.

Apesar de no Brasil a venda indiscriminada ser proibida, muitas vezes os poppers são comercializados sob o rótulo de diferentes compostos. Eles são vendidos sob título de removedores de esmalte, de solventes ou de odorizadores de ambiente.

Por que essa droga é popularmente consumida entre os jovens?

A comunidade jovem, desde a época do Movimento Hippie, com o lema “sexo, drogas e rock’n’roll”, é reconhecidamente como um público que, muitas vezes, busca por novas experiências.

Em relação aos poppers não é diferente. Ao descobrirem os efeitos de melhora da percepção de determinados sentidos, principalmente o tato, a visão e os prazeres, a juventude começou a disseminar o uso recreativo dessa medicação.

Além disso, em função da repercussão de maior relaxamento muscular e aumento do prazer, essa droga ganhou muitos adeptos no mundo gay. Isso porque seus efeitos facilitam as relações sexuais, ao reduzir possíveis desconfortos. Entretanto, ela não está presente somente em relacionamentos homoafetivos.

Ademais, como ela é uma droga que aumenta a percepção das luzes e sons, muitas vezes é utilizada em baladas e festas jovens, sendo borrifada no ambiente para elevar a “curtição”.

Quais são os efeitos?

Os principais efeitos ao se utilizar a poppers são:

  • desinibição;
  • aumento da libido;
  • aumento do prazer sexual;
  • euforia;
  • relaxamento muscular;
  • diminuição da pressão arterial;
  • sensação de calor.

Quais as consequências para a saúde?

Como toda substância utilizada de maneira incorreta e sem prescrição, a poppers traz diversos efeitos colaterais e riscos à saúde. Os primeiros sintomas de complicação mais notáveis são:

  • queda súbita da pressão sanguínea
  • tontura;
  • elevação da frequência cardíaca;
  • relaxamento muscular.

Esses sintomas, em longo prazo, podem piorar e levar a outros quadros mais severos, além de comportamentos de risco por parte dos usuários.

Em função da perda dos sentidos, inclusive críticos, as pessoas podem se submeter a relações desprotegidas. Isso eleva muito o risco de transmissão de infecções sexualmente transmissíveis (DSTs).

Além disso, como há uma redução da percepção de possíveis fissuras durante o ato sexual, por causa do relaxamento muscular, corrobora mais ainda para a perpetuação de doenças.

Há outras alterações em sistemas e órgãos que podem ocorrer a longo prazo.

  • Dores de cabeça: os poppers fazem os vasos sanguíneos do cérebro se alargarem, podendo ocorrer dores de cabeça. Elas podem variar em intensidade e persistirem mesmo após os efeitos da substância acabarem;
  • reações respiratórias: como a droga é utilizada por meio de inalação, podem ser provocados problemas de sinusite e chiado no peito.
  • lesões de pele encrostadas: ocorrem em torno das áreas expostas à fumaça do nitrito, ou seja, em torno do nariz e dos lábios;
  • pressão nos olhos: os poppers podem aumentar os níveis de fluidos nos olhos, aumentando a pressão intraocular, gerando o risco de glaucoma de desordem ocular.

Quanto tempo dura a sensação?

No geral, os nitritos no organismo têm um efeito bastante rápido. Por isso, as pessoas utilizam a droga repetidas vezes em um breve intervalo de tempo, buscando aumentar e prolongar os efeitos.

Quais os riscos da mistura de poppers e outras drogas?

A cada dia, surgem variados tipos de drogas com nomes e composições diferentes. Sendo, pois, muito importante estabelecer o conhecimento a respeito de cada uma delas, em função dos seus efeitos no organismo e de possíveis interações.

Dessa forma, misturar a poppers com outras drogas traz riscos à saúde como qualquer outra mistura de medicamentos. Como são diferentes compostos e mecanismos de ação dentro do organismo, mais precisamente no sistema nervoso, há sempre o risco de interação entre os compostos.

Ademais, o principal fator a ser levado em consideração no caso da poppers é que ela é um vasodilatador e relaxante muscular muito potente. Assim, pode interagir com medicações para pressão alta ou para angina (dor no peito) e causar severas reações.

Há outras drogas que trazem tantos riscos à vida?

Atualmente, são vastos os repertórios de drogas disponíveis para venda, na ilegalidade. Muitas dessas, possuem uma alta capacidade de gerar vícios e trazer severas consequências aos seus usuários.

Um exemplo disso, é uma nova forma da cocaína que surgiu no mercado, chamada cocaína rosa. Ela é um composto que causa, além da super estimulação presente na cocaína normal, efeitos alucinógenos nos seus usuários e alto poder de vício.

Uma segunda droga que ganha bastante destaque em relação aos seus malefícios é a droga Krokodil. Ela é um composto injetável, com efeito rápido e com a seguinte composição: iodo, codeína, gasolina, solvente, heroína e fósforo vermelho.

Após a sua aplicação, o usuário tem como efeito todos os benefícios da liberação de dopamina, vindo daí o seu fator causador do vício. É importante ressaltar que grande parte dos usuários vai a óbito um ano após experimentar a substância pela primeira vez, devido ao seu alto poder de vício e malefícios à saúde.

Ao longo deste conteúdo, você viu que difundir o que é poppers é muito importante, pois, apesar de ser uma droga menos viciante, ela ainda traz severos riscos à saúde de seus usuários. Assim como outros compostos psicoativos, seu uso não deve ser incentivado e deve ser monitorado, principalmente por ele contribuir para a disseminação de DSTs.

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de comentar e nos dar a sua opinião sobre o assunto!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga nossas redes sociais