Publicado em 1 comentário

Como o nervosismo afeta a saúde do homem?

Situações de muita aflição e preocupação, medo e nervosismo fazem o organismo aumentar a fabricação de certas substâncias, entre as quais, a adrenalina. E essa substância em demasia, pode ser o pior inimigo do homem . Os sintomas de nervosismo geralmente antecedem situações que possam gerar medo, incertezas ou expectativas. Muitas vezes são os mesmos sintomas da ansiedade, uma vez que os dois andam quase sempre juntos.

nervosismo que antecede uma entrevista de emprego, uma palestra ou uma cirurgia é uma reação natural do organismo que prepara o indivíduo para o desafio que está por vir. Mas ele pode ser tornar excessivo e interferir demasiado no dia a dia da pessoa, dificultando-a de realizar tarefas simples, interferindo nos seus relacionamentos interpessoais e podendo causar doenças de fundo de psicossomático.

Identificando os sintomas e sabendo as suas causas, é possível tentar controlar o nervosismo em determinadas situações. Todavia, se o nervosismo é constante e não tem uma causa aparente, recomenda-se que a pessoa procure ajuda profissional de um psicólogo e/ou psiquiatra.

Na medicina, poucos mistérios resistem a uma boa entrevista com o paciente e em casos assim, perguntas tipo: “como é seu dia típico? Você gosta do que faz? Está tudo bem na família? Como vai seu casamento?”, frequentemente revelam que inconscientemente (ou não), o paciente se sente encurralado numa situação pessoal e/ou profissional insuportável e insolúvel a seus olhos. Essa é a receita perfeita para deflagrar a reação fisiológica que chamamos de estresse, que junto com “virose”, compõem 95% dos diagnósticos médicos. Mas não nos enganemos, tanto a virose quanto o estresse são reais e consequentes. Esse artigo visa analisar melhor essa reação tão comum e aconselhar como lidar com ela.

Desvendando o estresse

Já te aconteceu que após tomar um susto, você sente o coração bater forte, a respiração rápida, os músculos tensionados, o raciocínio acelerado? Estresse é isso, uma reação normal de nosso corpo ativada pela sensação de perigo, cujo objetivo é canalizar toda a sua energia para fugir ou lutar até o retorno à segurança, após o que você provavelmente desabará exausto (a), sonolento (a) e mole. Estresse deste tipo, com começo, meio e fim, não causa problemas em pessoas saudáveis. O estresse perigoso é aquele que perdura e isto é possível por que não diferenciamos entre realidade e imaginação. Por exemplo: você já se exaltou ao se imaginar discutindo com alguém? Ou acordou completamente encharcado de um pesadelo? Do mesmo modo, para seu corpo, insegurança profissional difere de um ataque de canibais apenas no fato que dos canibais é mais fácil fugir.

Um comentário sobre “Como o nervosismo afeta a saúde do homem?

  1. Me ajudou muito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *