4 sinais de que seu filho precisa da sua ajuda - Hospital Santa Mônica
Hospita Santa Mônica

Olá, bem-vindo. Escolha um setor para falar conosco.

Tristeza, irritabilidade, falta de concentração e dificuldade de interação são alguns sinais de que o seu filho precisa da sua ajuda. Se isso acontecer, procure um médico ou um órgão que seja referência no assunto.

Muitas vezes, alguns acontecimentos da vida podem funcionar como um gatilho para que o nosso comportamento seja alterado. Inclusive, isso vale também para as crianças e adolescentes.

Jovens que passaram por um término de namoro, que sofrem bullying ou que ganharam um irmão mais novo podem apresentar essas mudanças. Na maioria dos casos, os sintomas desaparecem com o tempo, mas, por outro lado, há aqueles que, mesmo com o suporte da família, não conseguem superar.

E então, o que fazer? O primeiro passo é prestar atenção aos sinais para identificar se a criança precisa da sua ajuda. Vamos descobrir juntos quais são os principais indícios? Veja o nosso post especial sobre o assunto!

1. Tristeza constante e duradoura

Um dos principais sinais de que algo não está bem é quando a criança ou adolescente permanece em um intenso quadro de tristeza. Em geral, os jovens são bastante agitados e cheios de vida e, quando esse cenário muda, é preciso identificar o que está acontecendo.

Repare se o seu filho está chorando com frequência, se está cabisbaixo ou quieto demais. Se sim, não meça esforços ao chamá-lo para uma conversa e oferecer o apoio necessário.

Caso os sintomas persistam, o indicado é procurar um profissional ou órgão especializado e que seja referência no assunto, como o Hospital Santa Mônica.

2. Dificuldade de interagir com outras pessoas

Timidez é comum e não há nada de errado com essa característica. Porém, alguns jovens possuem uma grande dificuldade de interagir socialmente, seja com adultos ou outras crianças.

Com o tempo, esse comportamento pode se agravar e, o que, até então, era considerado timidez, ressurge como problemas de comunicação, socialização e, inclusive, bloqueio da criatividade. Sem dúvida, todos esses sintomas podem ser muito prejudiciais para o desenvolvimento da criança.

Para evitar que o quadro se agrave, faça uma lista bem detalhada e mostre para um psicólogo ou psiquiatra de sua confiança.

3. Oscilações de humor

Se o seu filho está se irritando com muita facilidade, é a hora de ficar atento e saber se ele precisa da sua ajuda! O motivo? É comum que o nosso humor mude, de acordo com as circunstâncias. No entanto, o que muitos não sabem identificar é quando certos indivíduos sofrem com uma intensa e desproporcional oscilação de humor.

Isso acontece quando a criança ou adolescente fica mais irritado do que deveria ou muda bruscamente o comportamento — de muito feliz, para triste e vice-versa. Além disso, é possível identificar outros sentimentos, como: ansiedade, agitação, tremor, falta de ar e dificuldade de concentração e aprendizado.

Tais manifestações podem estar relacionadas tanto ao funcionamento do cérebro, quanto a doenças psicológicas, como é o caso da depressão e ansiedade. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de oito milhões de jovens já desenvolveram o quadro. Por essa razão, é fundamental que um profissional capacitado faça um diagnóstico e preste o acompanhamento adequado para o jovem.

4. Intolerância e agressividade

Quem tem um filho adolescente sabe que essa fase pode ser um tanto turbulenta. É nesse período que os hormônios sofrem alterações, podendo refletir diretamente no humor dos jovens.

Mas há também um fator que merece atenção: muitas vezes, essa mudança pode estar ligada ao ambiente no qual o adolescente vive ou, até mesmo, a fatores externos, como o bullying ou uso de drogas.

Como resolver? Evitando o confronto e investindo no diálogo. Ouça, compreenda e se coloque à disposição para ajudar. Em alguns momentos, a prática de exercícios físicos também pode trazer bons resultados. Se não, um psicólogo infantil é a melhor alternativa.

Independentemente da sua escolha, não se esqueça: com cuidado e amor, tudo pode ser mais fácil para você e a sua família. Aposte nessa ideia!

Agora que você já sabe identificar se o seu filho precisa da sua ajuda, que tal continuar recebendo mais conteúdos como estes? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de dicas exclusivas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Planos de Saúde

CARE PLUS
SBC Saúde
Amil
Interclinicas do Brasil
Vale Saúde
Unimed Intercâmbio
Unimed CT Nacional
Unimed ABC
Transmontano
SulAmérica
Sompo
Sinpeem
Sepaco
Saúde Caixa
Santa Amália
Sabesprev
Prodesp (GAMA)
Prime Saúde
Prevent Sênior
Plan-Assiste (MP FEDERAL)
Panamed Saúde
Omint
NotreDame Intermédica
Nipomed
Metrus
Mediservice
Master Line
Mapfre Saúde
Life Empresarial
Intermédica
Green Line
Gama Saúde
EMBRATEL
Economus
Correios / Postal Saúde
Caixa Econômica Federal
Bradesco Saúde
Banco Central
APCEF/SP
AMAFRESP
Alvorecer Saúde
ABRASA
Ver todos