Publicado em Deixe um comentário

Recaída, o maior desafio

Atualmente, 45 por cento dos presos que estão na Casa de Custódia de Teresina foram presos por tráfico de drogas. Já na Penitenciária Feminina o índice é de 65 por cento, ou seja, a cada 100 presidiárias, 65 foram presas pelo envolvimento com drogas.

A dependência de drogas acarreta uma série de outros crimes, como roubos e homicídios, daí a importância da atuação de instituições que recuperam os dependentes químicos. No entanto, como em qualquer outro vício, as recaídas são um risco presente, como explica o coordenador da Fazenda da Paz, Célio Luís.
“O dependente químico não consegue ter um equilíbrio, ou ele ama demais, ou odeia demais e a recuperação é a conquista desse equilíbrio na vida deles. A Fazenda da Paz já lutou muito na questão da recaída, e conseguiu trazer não só trazer o equilíbrio na recuperação, mas na reinserção do indivíduo. Antes nós conseguíamos que apenas 20 por cento terminassem o tratamento, hoje são 80 por cento”, disse.

Fonte: Meio Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *