Publicado em Deixe um comentário

Nutrição vs. depressão. Uma dieta adequada ajuda no combate à doença

Nutrição vs. depressão. Uma dieta adequada ajuda no combate à doença

A serotonina é um neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar e alegria. Grande parte dela é produzida no intestino. A nutricionista funcional Andrezza Botelho explica que quando o intestino funciona de maneira inadequada, a serotonina não é produzida corretamente e isso favorece quadros de tristeza, desânimo e depressão.”Tanto que a maioria dos medicamentos para o problema age no ciclo da serotonina no cérebro, porém, não tratam a causa do problema, que é justamente a produção no intestino.” Manter uma alimentação que favoreça a saúde do intestino e a produção correta de serotonina é, então, um fator fortemente aliado ao combate e prevenção da depressão.

Veja algumas dicas da nutricionista:

  • Manter a hidratação do organismo, ingerindo a quantidade correta de água;
  • Ter uma alimentação rica em fibras para manter a flora intestinal saudável. Bons exemplos: farelo de aveia, frutas, verduras, legumes e biomassa de banana verde;
  • Consumir alimentos ricos em nutrientes que favorecem a produção de serotonina.

Os principais são o triptofano, vitamina B6, ácido fólico, magnésio e feniletilamina. Abaixo alguns alimentos fonte:

Triptofano: leite e derivados, carnes, ovos, leguminosas, nozes, espinafre.
Ácido Fólico: folhas de cor verde escuro, feijão branco, laranja, aspargo, couve de Bruxelas, maçã, soja e abacate.
Vitamina B6: banana, arroz integral, feijão, batata, salmão, lentilha, aveia, abacate, nozes.
Magnésio: banana, arroz integral, batata, salmão, lentilha, aveia, abacate, nozes.
Feniletilamina: O cacau é alimento fonte dessa substância, que é precursora da serotonina.

De acordo com a nutricionista, é muito fácil se alimentar de uma forma que contribua com a produção de serotonina. “Como exemplo podemos citar: arroz integral com feijão, espinafre refogado, abacate amassado com mel e cacau em pó ou nibs de cacau, iogurte natural com banana picada e nozes, mingau de aveia com nibs de cacau, salmão com batatas e folhas verdes, suco detox de couve com laranja, ovos mexidos com farelo de aveia, maçã quente polvilhada com cacau”. No HSM, todos os pacientes são submetidos a uma avaliação nutricional, além da avaliação antropométrica (peso, altura, pregas cutâneas e medidas). Desta forma, é possível determinar o estado nutricional e a melhor terapia a ser adotada para cada caso. Conheça nossa estrutura e equipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *