A cada 40seg. acontece um suicídio - Hospital Santa Mônica

A Organização Mundial da Saúde – OMS, alertou que mais de 800 mil pessoas cometem suicídio no mundo. Isso representa uma morte a cada 40 segundos. Segundo o relatório da OMS, o Brasil é o oitavo país com mais suicídios. Em 2012 foram registrados 11.821 casos. A Índia está em primeiro lugar com 258 mil casos, seguida da China com 120 mil. Segundo especialistas, uma das maiores causas para tentativas de suicídio é a depressão.

Brasil

De São Paulo, a psicóloga e psicoterapeuta Karen Scavacini, que participou da revisão do relatório da OMS, falou à Rádio ONU sobre a situação no Brasil. “No Brasil, hoje a gente tem em média um suicídio por hora. Foi um aumento maior do que o crescimento da população, maior do que o de homicídios e maior do que os acidentes de trânsito.” O relatório global da agência sobre prevenção de suicídios mostra que 75% dos casos ocorrem em países de média e baixa rendas. Mas de uma forma geral, o suicídio ocorre em todos os países e faixas etárias.

Acesso

O relatório mostra que medidas adotadas em vários países, entre eles Canadá, Japão e Estados Unidos, para limitar o acesso das pessoas a métodos de suicídio ajudaram a reduzir o número de mortes. Karen Scavacini falou também sobre o que pode ser feito para diminuir esse número.“A primeira coisa é detectar casos de depressão e encaminhar as pessoas com depressão para tratamento. Porque 90% das pessoas que cometem o suicídio têm depressão no momento do ato.

Além disso, reduzir o uso do álcool, o acesso ao álcool e drogas e ao meio, como a gente chama armas de fogo, pesticidas e acesso a pontes e edifícios. Esse são alguns dos meios que nós temos para diminuir essa alta no número de suicídios.” O relatório da OMS mostra que as taxas de suicídio são maiores entre os que têm mais de 70 anos, mas atinge também outras faixas etárias. Ao mesmo tempo, o documento diz que o suicídio é a segunda maior causa de mortes entre pessoas de 15 a 29 anos .

Tabu

A diretora-geral da agência da ONU, Margaret Chan, afirmou que o relatório “é um chamado para lidar com um grande problema de saúde pública que tem sido visto como um tabu há muito tempo”. A OMS mostra ainda que os homens, principalmente na faixa dos 50 anos, são os que mais morrem por suicídio e afirma que para reduzir o número de suicídios é necessário impedir o acesso das pessoas ao meios que levam a ação. Outras medidas incluem uma forma responsável de informar o público sobre esse tipo de caso.

Segundo a agência, é importante evitar uma linguagem sensacionalista e dar detalhes dos métodos utilizados e ainda recomenda que os governos envolvam vários departamentos no desenvolvimento de uma resposta compreensiva para combater o problema. A meta do plano de ação de saúde mental da organização é que os Estados-membros reduzam a taxa de suicídios em 10% até 2020.

Planos de Saúde

Interclinicas do Brasil
Vale Saúde
Unimed Intercâmbio
Unimed Federal
Unimed CT Nacional
Unimed ABC
Transmontano
SulAmérica
Sompo
Sinpeem
Sepaco
Saúde Caixa
Santa Amália
Sabesprev
Prodesp (GAMA)
Prime Saúde
Prevent Sênior
Plan-Assiste (MP FEDERAL)
Panamed Saúde
Omint
NotreDame Intermédica
Nipomed
Metrus
Mediservice
Master Line
Mapfre Saúde
Life Empresarial
Intermédica
Green Line
Gama Saúde
Fusex
EMBRATEL
Economus
Correios / Postal Saúde
Caixa Econômica Federal
Bradesco Saúde
Banco Central
APCEF/SP
AMAFRESP
Alvorecer Saúde
Aeronáutica
ABRASA
ABET
Ver todos
Consulta e Internação 24h