Publicado em Deixe um comentário

Padrão de Qualidade Hospitalar

Padrão de Qualidade Hospitalar

Os padrões de qualidade têm por objetivo promover melhorias específicas e ações que garantam a segurança do paciente na prestação do cuidado, destacando as áreas mais sensíveis da assistência à saúde e apresentando soluções seguras para essas questões.

Preocupado em oferecer o que há de melhor em assistência psiquiátrica infantojuvenil e adulto e dependência química, em 2018, o Hospital Santa Mônica de São Paulo tornou-se o primeiro hospital privado psiquiátrico do país a conquistar a certificação ONA (Organização Nacional de Acreditação).

Certificado ONAA acreditação é um sistema de avaliação da qualidade de serviços de saúde a partir de critérios pré-definidos. O processo é voluntário, ou seja, é a instituição que manifesta o interesse em ser avaliada. Após a certificação, os serviços de saúde continuam sendo avaliados periodicamente durante todo o período de validade do certificado.

A ONA certifica a qualidade de serviços de saúde no Brasil, tendo como foco principal a segurança do paciente. Sua metodologia de avaliação atende a padrões internacionais de qualidade e segurança. O manual de acreditação ONA é reconhecido pela ISQua (Sociedade Internacional pela Qualidade no Cuidado à Saúde, na sigla em inglês), instituição parceira da OMS (Organização Mundial da Saúde) e que tem entre seus membros especialistas e organizações de saúde de mais de 100 países.

A certificação conferida pela Organização Nacional de Acreditação – ONA atesta que a instituição segue rígidos padrões de segurança e qualidade na assistência dos seus pacientes. Evidencia o Santa Mônica como uma instituição focada no aprimoramento contínuo, na adesão aos protocolos médicos e na capacitação dos seus profissionais.

Certificado ONA

“Esse resultado confirma o nosso compromisso em promover a busca constante por uma assistência de qualidade na área de saúde mental e dependência química, em seguir rígidos padrões de qualidade e segurança na assistência, a fim de proporcionar uma rápida reabilitação e socialização do paciente na sociedade” afirma Suzana Bellizia Amaral, vice-presidente Administrativa do Hospital Santa Mônica.

Nestes padrões são abordados os seguintes temas:

  • Identificação do Paciente
  • Segurança na Administração de Medicamentos
  • Prevenção e Controle de Infecção
  • Risco de Queda
  • Protocolos Clínicos de Tratamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *