Publicado em Deixe um comentário

Menina de 7 anos morre após inalar desodorante

Segundo notícia publicada neste dia 08 de fevereiro, no Jornal O Estado de São Paulo, uma menina de 7 anos morreu no último sábado depois de inalar desodorante, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

De acordo com a família, Adrielly Gonçalves participava do ‘desafio do desodorante’, que havia visto nas redes sociais, quando desmaiou e teve uma parada cardíaca.

O desafio, dizem os parentes da garota, consiste em inalar o desodorante e manter a boca fechada pelo máximo de tempo. A mãe da criança, Márcia Gonçalves, de 39 anos, conta que a filha passou a sexta-feira brincando na vizinha e à noite voltou para casa, onde ficou sob o cuidado dos irmãos mais velhos.

“Gostaria de alertar aos pais que fiquem de olho nos conteúdos que os filhos pesquisam na internet”, afirma o post sobre a menina “linda e muito amada”. “Peço que rezem, orem pela mãezinha dela, Marcia Gonçalves, pois ela está desolada. Uma tristeza que espero que nem uma mãe, pai familiar venha passar”, completa a mensagem.

A caçula estava prestes a começar os estudos no segundo ano do ensino fundamental. Ela tinha quatro irmãos mais velhos, de 23 anos, 17, 13 e 10. Era a única menina. Seu corpo foi velado e enterrado no domingo.

— Foi muito triste. Ela assistiu a um vídeo na internet e, na noite de sábado, aspirou o desodorante na boca, imitando o desafio. Segurou o ar, mas infelizmente deu parada cardíaca. Levamos para a UPA, mas ela já chegou lá em óbito — disse Lásara.

A madrinha da pequena Adrielly ressaltou a importância de os pais ficarem de olho no que as crianças veem na web, principalmente quando começam a imitar o que influenciadores digitais publicam nas redes sociais.

De acordo com a pasta, a paciente deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do União, no último sábado às 4h da manhã. Adrielly chegou a unidade com parada cardiorrespiratória, em estado grave. O Instituto Médico Legal (IML) irá apresentar um laudo, detalhando as causas da morte.

O psiquiatra do Hospital Santa Mônica, Claudio Duarte, esclarece que determinados produtos, dependendo da sua composição, ao serem inalados podem causar alucinação semelhante ao lança-perfume, além de parada respiratória. Possuem riscos severos ao sistema cardiorrespiratório e ao sistema nervoso central. Se a pessoa tiver problemas no coração, pode ocorrer uma morte súbita.

Claudio Duarte faz um alerta os pais para que orientem seus filhos quanto ao risco à saúde que esses produtos podem causar, bem como, a participação em jogos de desafios pela internet “conversa aberta com os filhos é o melhor caminho para evitar tragédias como essa”.

Fonte: Jornal O Estado de São Paulo e dr. Claudio Duarte, psiquiatra do Hospital Santa Mônica.

Veja também:

https://hospitalsantamonica.com.br/dependencia-quimica/dependencia-gas-de-buzina/

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga nossas redes sociais