Publicado em Deixe um comentário

Jovens inalam Gás de Buzina que pode causar risco severo ao sistema cardiorrespiratório e levar a morte

Vendidas livremente nos comércios e em lojas de brinquedos, as famosas buzinas do barulho, muito utilizadas na época da Copa do Mundo no Brasil e em festas como o carnaval, são cada vez mais utilizadas por crianças e jovens no país, mas para uma finalidade nada convencional, a intenção é inalar o produto para alterar o estado de consciência, vulgo “dar barato”, mas que pode sair bem caro.

Quem lê atentamente o rótulo das latinhas de gás de buzina, encontra o aviso de alerta que adverte contra possíveis riscos à saúde. Geralmente, são compostos pelos gases metano e butano, que, ao serem inalados, causam alucinações, desmaios, convulsões e até arritmias e infarto, semelhante ao lança-perfume.

Mas, igualmente a outros inalantes, podem causar inúmeros danos à saúde, de forma crônica ou aguda, como uma parada cardiorrespiratória. Esses gases causam riscos severos ao sistema cardiorrespiratório e ao sistema nervoso central. Se a pessoa tiver problemas no coração, pode ter uma morte súbita.

Dr. Claudio Duarte, psiquiatra e psicoterapeuta do Hospital Santa Mônica, alerta os pais para que orientem seus filhos quanto ao risco à saúde que esses produtos podem provocar e não permitam ao mesmo manipular tais buzinas sem adulto supervisionando. Infelizmente, sua venda para menores acaba ocorrendo independente da regulamentação, ainda ineficaz em coibir abusos e mal usos. Assim, resta que a prevenção segue sendo o melhor remédio.

O Hospital Santa Mônica fica localizado em Itapecerica da Serra e é especializado em psiquiatria, tratamento de problemas relacionados a Saúde Mental (Ansiedade; Pânico; Fobia; Demência; Depressão; Esquizofrenia; Alzheimer; Psicopatia; Transtorno afetivo bipolar; Transtorno de personalidade, Transtornos alimentares – bulimia, anorexia, obesidade, entre outros), Dependência Química, cuidados ao idoso, doenças crônicas e paliativas. www.hospitalsantamonica.com.br Plantão Telefônico 24 horas: (11) 4668.7455 | (11) 9 9667.7454

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga nossas redes sociais