As smart drugs funcionam para melhor seu desempenho no trabalho ou na escola? - Hospital Santa Mônica
Hospita Santa Mônica

Olá, bem-vindo. Escolha um setor para falar conosco.

Já pensou em tomar uma droga para melhorar sua capacidade de aprender? As possibilidades são grandes de você fazer isso e provavelmente já o fez quando tomou a cafeína.

Ao bloquear a ação da adenosina, um químico cerebral natural que promove o sono, a cafeína – a droga psicoativa mais popular do mundo – previne a sonolência. É um exemplo de um grupo de compostos conhecidos como intensificadores cognitivos, nootrópicos ou “drogas inteligentes” (smart drugs), que melhoram as funções cognitivas, incluindo memória, motivação ou criatividade.

Algumas das substâncias mais recentes usadas como “drogas inteligentes” são receitadas por médicos para outras condições. Por exemplo, o metilfenidato, comumente conhecido como Ritalina, é usado para tratar o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). Assim é Adderall, uma droga de combinação contendo duas formas de anfetamina. Estes estão entre um conjunto de produtos farmacêuticos atualmente sendo usados ​​por pessoas saudáveis, particularmente estudantes universitários, para melhorar suas capacidades de aprendizado ou trabalho.

Então, eles realmente funcionam? Um dos mais estudados é o modafinil, um medicamento de vigília aprovado pela Australian Therapeutic Goods Administration para tratar a narcolepsia do Distúrbio do Sono. Os efeitos benéficos do modafinil em pessoas privadas de sono são bem conhecidos.

Uma revisão de pesquisa de 2015 feita por neurocientistas da Universidade de Oxford observou que os efeitos neuro-intensificadores do modafinil variavam: quanto mais longa e complexa a tarefa, mais consistente a droga melhorava a função cognitiva.

Ritalina e Adderall também foram relatadas para melhorar o desempenho em indivíduos saudáveis, embora a pesquisa indique que seus efeitos são modestos.

No entanto, existem sérias preocupações relacionadas à segurança e à eficácia desses medicamentos, tanto para uso a curto como a longo prazo. O uso indevido destes medicamentos à base de anfetaminas aumenta o risco de morte súbita e ataque cardíaco, e existem restrições legais ao seu fornecimento e importação.

Até agora, essas chamadas “drogas inteligentes” são aprovadas apenas em doses específicas para condições específicas, como a narcolepsia e o TDAH. Existem preocupações significativas sobre quais podem ser seus impactos quando usados ​​por pessoas saudáveis, potencialmente em níveis fora das doses prescritas.

Como esses medicamentos modulam importantes sistemas de neurotransmissores, como dopamina e noradrenalina, os usuários assumem riscos significativos com o uso não regulamentado. Ainda não houve nenhuma pesquisa definitiva sobre o potencial de dependência do modafinil, como seus efeitos podem mudar com a privação prolongada do sono ou quais efeitos colaterais são prováveis ​​em doses fora do intervalo prescrito.

Questões éticas também surgem com o uso de drogas para aumentar o poder do cérebro. Seu uso como intensificadores cognitivos não é atualmente regulado. Mas deveria ser, assim como o uso de certas drogas para melhorar o desempenho é regulado para atletas profissionais. As universidades devem considerar o teste de drogas para verificar se os estudantes não estão ganhando uma vantagem injusta através do uso de drogas.

Fonte: The University of Queensland, Australia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Planos de Saúde

SBC Saúde
Amil
Interclinicas do Brasil
Vale Saúde
Unimed Intercâmbio
Unimed CT Nacional
Unimed ABC
Transmontano
SulAmérica
Sompo
Sinpeem
Sepaco
Saúde Caixa
Santa Amália
Sabesprev
Prodesp (GAMA)
Prime Saúde
Prevent Sênior
Plan-Assiste (MP FEDERAL)
Panamed Saúde
Omint
NotreDame Intermédica
Nipomed
Metrus
Mediservice
Master Line
Mapfre Saúde
Life Empresarial
Intermédica
Green Line
Gama Saúde
EMBRATEL
Economus
Correios / Postal Saúde
Caixa Econômica Federal
Bradesco Saúde
Banco Central
APCEF/SP
AMAFRESP
Alvorecer Saúde
ABRASA
Ver todos