Publicado em Deixe um comentário

Com Cartão Recomeço, Governo amplia tratamento a dependentes químicos

O governador Geraldo Alckmin lançou nesta quinta-feira, 9, o Cartão Recomeço, destinado à recuperação voluntária de dependentes químicos no Estado. O benefício faz parte do compromisso assumido pelo Governo de São Paulo de combater o crack e investir na recuperação da dependência química como doença e o dependente como ser humano. Inicialmente, serão distribuídos três mil cartões que irão custear o atendimento em entidades escolhidas pelo Estado por meio de edital.

A coordenação do programa será feita por um grupo gestor formado por representantes das secretarias de Desenvolvimento Social, da Justiça e Defesa da Cidadania e da Saúde. De acordo com o governador, o benefício não será pago ao dependente ou à sua família. Será destinado diretamente à entidade de recuperação por meio do cartão, que também servirá para controle de comparecimento à recuperação. “Existem casos que o dependente químico não precisa ser internado, mas precisa de apoio para restabelecer o vínculo familiar. Esse é um trabalho importante das comunidades terapêuticas”, disse.

Alckmin afirmou que mesmo após a internação e os 45 dias de desintoxicação, o problema não está resolvido e é necessário o acompanhamento, a reinserção na sociedade e o convívio familiar. “O que estamos fazendo são parcerias com as entidades da sociedade civil que têm uma larga experiência para fazer esse trabalho.”

A primeira fase do programa será desenvolvida em 11 cidades: Diadema, Sorocaba, Campinas, Bauru, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Presidente Prudente, São José dos Campos, Osasco, Santos e Mogi das Cruzes. Para a escolha dos municípios foram utilizados os critérios de tamanho da rede de referência em assistência social e saúde, além da localização nas regiões-polo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *